Frente frio x frente quente

  • FRENTE FRIA:  É uma superfície de descontinuidade, formada por uma massa de ar polar que avança sobre uma massa de ar tropical. As frentes frias apresentam uma inclinação maior que as quentes, razão por que são mais rápidas e violentas.
    • O valor médio do Declive da Frente Fria = 1 : 80
    • Toda Frente Fria é precedida por Cirrus e Cirrostratus, logo a seguir vem o sistema de nuvens médias.
    • As frentes no hemisfério sul deslocam-se de SW para NE.
      Ventos Pré-Frontal: NW; A temperatura se eleva e a pressão decresce.
      Ventos Frontal: W; Pressão baixa;
      Ventos Pós-Frontal: SW; Temperatura decrescendo e pressões se elevando.
    • Disposição longitudinal: NW para SE (HS);
      Nuvens – Cirrus depois as nuvens do tipo Cirrocumulus, Altocumulus, Cumulus e Cumulonimbus.
  • FRENTE QUENTE: Massa de ar quente avançando sobre uma massa de ar frio ou retorno de uma frente fria que perdeu força e adquiriu características de quente.
    • Pouca variação de pressão e temperatura.
    • Valor Médio do Declive da Frente Quente: 1:150 podendo chegar a 1:200 e 1:300
    • No HS desloca-se de NW para SE.
      Ventos Pré-Frontal: SW;
      Ventos Frontal: W;
      Ventos Pós-Frontal: NW;

Sequência das nuvens numa frente quente

Geralmente, uma camada de nuvens finas (cirrus) é observada a mais de 1000 km à frente da superfície da frente quente (umas 48 horas antes dela chegar a esse local). Depois surgem cirrostratus e altostratus. A uns 300 km antes da frente surgem então nimbostratus e stratus e eventualmente começará a cair uma chuva leve. Depois da frente passar, observam-se cumulus de bom tempo.

Então:

CI, CS, AS,NS, ST