Como MUDA a pressão atmosférica

A pressão atmosférica padrão ao nível do mar é de 1013 hPa, 760 mmHg ou 29.92 polHg, no entanto, essa pressão sofre alteração por diversos fatores. Os principais fatores atrelados à variação da pressão são: altitude e temperatura.

Para que possamos ter uma noção prática de como a pressão atmosférica pode variar em nosso planeta, vejamos alguns dados. Em 1969 a pressão de superfície durante a passagem do furacão Camille chegou a 908 hPa. Num anticiclone de alta intensidade a pressão chega a atingir 1050 hPa. Como regra, áreas de baixa pressão estão associadas ao mau tempo e áreas de alta pressão à estabilidade atmosférica.

– Altitude: com o aumento da altitude ocorre a diminuição da pressão atmosférica. À medida que subimos a densidade do ar diminui e o peso que ele exerce também passa a ser menor.  Se a densidade do ar é menor, o seu peso também será menor, exercendo menos pressão.  Se ocorre o aumento da altitude, a quantidade de ar acima vai reduzindo, pois, uma parcela de ar vai ficando para baixo, logo, teremos um volume menor de ar na atmosfera exercendo pressão.
A redução da pressão atmosférica é maior em altitudes inferiores da troposfera, cerca de 1 polHg a cada 1000 pés de aumento de altitude. Em altitudes mais elevadas a redução da pressão atmosférica passa a ser gradativamente menor. Por exemplo, ao nível do mar a pressão é de 1013hPa (29.92inHg), a 18.000 pés a pressão cai para 504hPa (14.90inHg) e a 35.000 pés despenca para 237hPa (7inHg).

– Temperatura: Com o aumento da temperatura ocorre a diminuição da pressão atmosférica. À medida que a temperatura do ar aumenta, ocorre a diminuição da densidade do ar e consequentemente a diminuição da pressão atmosférica.

– Umidade: quanto maior a umidade menor a densidade do ar, logo, menor será a pressão atmosférica.

– Variação diurna: Ao longo de um dia também ocorre variação na pressão, que apesar de pequena, deve ser levada em consideração durante a identificação de uma mudança significativa nas condições meteorológicas. Em latitudes temperadas a variação diária é de aproximadamente 1 hPa e em latitudes tropicais de 3 hPa ao longo do dia. As máximas pressões ocorrem às 10:00 e às 22:00hs, as mínimas ocorrem às 04:00 e às 16:00hs. Essa variação também é conhecida como “maré barométrica”.

Deixe uma resposta