Questões simuladas da ANAC sobre o TAF

1. Um TAF de divulgação internacional virá com o período de validade expresso da seguinte maneira:

a) 0606
b) 0618
c) 1224
d) 1806

2. Num TAF a altura da base das nuvens será indicada em:

a) dezenas de pés
b) centenas de metros
c) centenas de pés
d) milhares de pés

3. Um TAF de divulgação internacional têm validade de:

a) 6 horas
b) 24 horas
c) 12 horas
d) 18 horas

4. Quantos TAF são confeccionados em um dia?

a) 24
b) 12
c) 6
d) 4

5. O céu com uma nebulosidade de dois oitavos, será indicado no TAF como:

a) OVC
b) BKN
c) FEW
d) SCT

6. O grupo PROB será informado no TAF quando houver probabilidade de mudanças significativas de:

a) 10 ou 30%
b) 30 ou 40%
c) mais de 50%
d) 40 ou 60%

7. No TAF SBKP 042200Z 0500/0524 30010KT 9999 SCT035 TN21/0508Z TX34/0518Z BECMG 0502/0504 10005KT CAVOK BECMG 0507/0509 03010KT BECMG 0512/0514 34015KT PROB40 0517/0521 6000 TSRA SCT040 FEW045CB, temos:

a) temperatura máxima de 34º F
b) às 10:00Z vento de 030 graus com 10kt
c) às 10:00Z vento de 300 graus com 10kt
d) às 14:30Z vento de 300 graus com 10kt

8. No TAF SBKP 042200Z 0500/0524 30010KT 9999 SCT035 TN21/0508Z TX34/0518Z BECMG 0502/0504 10005KT CAVOK BECMG 0507/0509 03010KT BECMG 0512/0514 34015KT PROB40 0517/0521 6000 TSRA SCT040 FEW045CB, temos:

a) probabilidade de 40% de trovoada com chuva fraca entre as 17:00 e as 21:00Z
b) probabilidade de 40% de teto de 4.000 pés entre as 17:00 e as 21:00Z
c) probabilidade de 40% de visibilidade de 6.000 pés entre as 17:00 e as 21:00Z
d) probabilidade de 40% de nuvens esparsas a 4.000 pés entre as 17:00 e as 21:00Z

9. No TAF SBRF 042200Z 0500/0524 12010KT 9999 SCT023 TN26/0508Z TX30/0515Z, temos:

a) temperatura mínima de 30º C
b) vento de 10 km/h
c) boa visibilidade horizontal
d) condição IMC

10. No TAF SBEG 042200Z 0500/0524 24002KT CAVOK TN22/0507Z TX29/0518Z BECMG 0501/0503 00000KT BECMG 0505/0507 06005KT 9999 SCT015 PROB30 TEMPO 0507/0511 BKN008 BECMG 0511/0513 09005KT SCT020 BECMG 0516/0518 SCT025 FEW030TCU PROB30 TEMPO 0518/0520 8000 TSRA SCT025 FEW030CB BECMG 0521/0523 00000KT FEW020, temos:

a) vento calmo às 04:00Z
b) vento calmo às 14:00Z
c) temperatura mínima de 22º C às 05:00Z
d) nuvens esparsas às 04:00Z

11. No TAF SBEG 042200Z 0500/0524 24002KT CAVOK TN22/0507Z TX29/0518Z BECMG 0501/0503 00000KT BECMG 0505/0507 06005KT 9999 SCT015 PROB30 TEMPO 0507/0511 BKN008 BECMG 0511/0513 09005KT SCT020 BECMG 0516/0518 SCT025 FEW030TCU PROB30 TEMPO 0518/0520 8000 TSRA SCT025 FEW030CB BECMG 0521/0523 00000KT FEW020, temos:

a) probabilidade de 30% de teto de 2.500 pés entre as 18:00Z e as 20:00Z
b) temperatura máxima de 29º C às 18:00Z
c) temperatura máxima de 29º C às 05:00Z
d) vento calmo durante todo o período

12. No TAF SBBR 042200Z 0500/0524 34007KT 9999 FEW030 TN21/0508Z TX27/0516Z PROB40 0500/0503 TS FEW040CB BECMG 0508/0510 30007KT BECMG 0514/0516 20007KT PROB40 TEMPO 0517/0523 8000 TSRA BKN030 FEW040CB, temos:

a) vento de 200 graus com 7kt às 13:00Z
b) vento de 340 graus com 7kt às 07:00Z
c) vento de 300 graus com 7kt às 07:00Z
d) vento de 340 graus com 7kt às 11:00Z

13. No TAF SBGR 042200Z 0500/0606 00000KT 9999 SCT040 TN20/0508Z TX30/0518Z BECMG 0501/0503 SCT015 BECMG 0503/0505 05003KT FEW010 PROB30 0506/0508 4000 BR OVC005 BECMG 0509/0511 02005KT FEW010 BECMG 0512/0514 34008KT SCT035 PROB40 0515/0524 8000 TSRA BKN015 FEW045CB BECMG 0601/0603 00000KT FEW020, temos:

a) vento calmo durante todo o período
b) teto de 1.000 pés às 06:00Z
c) teto de 500 pés às 08:45Z
d) vento de 020 graus com 5kt às 11:58Z

14. No TAF SBGR 042200Z 0500/0606 00000KT 9999 SCT040 TN20/0508Z TX30/0518Z BECMG 0501/0503 SCT015 BECMG 0503/0505 05003KT FEW010 PROB30 0506/0508 4000 BR OVC005 BECMG 0509/0511 02005KT FEW010 BECMG 0512/0514 34008KT SCT035 PROB40 0515/0524 8000 TSRA BKN015 FEW045CB BECMG 0601/0603 00000KT FEW020, temos:

a) TAF confeccionado às 05:00Z
b) TAF com validade das 05:00 às 06:06Z
c) TAF com validade até às 22:00Z do dia 04
d) TAF com validade até às 06:00Z do dia 06

15. Assinale a alternativa que traz a forma correta de expressar uma probabilidade de mudança significativa num TAF:

a) PROB40 0608 2000 TSRA
b) PROB10 0408 5000 HZ
c) PROB80 1014 0900 FG
d) PROB15 0004 3000 BR

16. Num TAF, a indicação “FM1800 +SHSN FEW008CB” corresponde a:

a) pancadas de chuva
b) poucos CBs a 8000 pés
c) pancadas de neve forte
d) vento de rajada

17. Num TAF, a indicação “TX34/16Z TN20/04Z” corresponde a:

a) trovoada com chuva às 1600Z
b) temperatura do ponto de orvalho igual a 04º C
c) temperatura máxima de 34º C e mínima de 16º C
d) temperatura mínima de 20º C às 0400Z

18. No Brasil, num TAF a pressão atmosférica é informada em:

a) inHg
b) hPa
c) mmHg
d) cmHg

1A 2C 3B 4D 5C 6B 7B 8D 9C 10A 11B 12B 13D 14D 15A 16C 17D 18B

Questões simuladas da ANAC sobre o METAR

1. Qual dos códigos meteorológicos abaixo é uma previsão:

a) METAR
b) TAF
c) SPECI
d) nenhuma das acima

2. O piloto irá realizar um voo com duração de 5 horas, portanto, qual dos códigos meteorológicos abaixo é o mais adequado para a análise do tempo no momento do pouso no aeródromo de destino:

a) TAF
b) SPECI
c) METAR
d) AIRMET

3. Um determinado aeródromo encontrava-se fechado devido ao mau tempo, porém, as condições melhoram significativamente e o aeródromo foi aberto. Qual mensagem abaixo é mais adequada para a divulgação de tal informação:

a) AIRMET
b) TAF
c) SPECI
d) SIGMET

4. Qual dos códigos, trata-se de uma observação meteorológica regular?

a) METAR
b) TAF
c) SPECI
d) AIRMET

5. No Brasil, a hora informada no METAR será sempre:

a) UTC
b) local
c) horário de Brasília
d) UTC – 3h

6. No METAR, a direção do vento é sempre informada em relação ao:

a) norte verdadeiro, e sempre com três algarismos
b) norte magnético, e sempre com dois algarismos
c) norte magnético, e sempre com três algarismos
d) norte verdadeiro, e sempre com dois algarismos

7. No METAR, o vento é considerado de rajada quando a variação da velocidade for superior a:

a) 5kt
b) 10kt
c) 30kt
d) 20kt

8. No METAR, a visibilidade superior a 10km, será indicada da seguinte forma:

a) 10km
b) 10.000m
c) 9999
d) 10000

9. A indicação de vento 180/10, informar que:

a) o vento vem do sul, em relação ao norte magnético
b) o vento vai para o sul, em relação ao norte verdadeiro
c) o vento vem do sul, em relação ao norte verdadeiro
d) o vento vai para o sul, em relação ao norte magnético

10. No METAR, a informação VCFG, indica:

a) névoa seca
b) pancada nas vizinhanças
c) nevoeiro nas vizinhanças
d) visual conditions (condições visuais)

11. No METAR, a presença de chuvisco será informada como:

a) DZ
b) RA
c) GR
d) CH

12. No METAR, a presença de nevoeiro será informada como:

a) FG
b) BR
c) RA
d) NV

13. No METAR, a informação sobre a nebulosidade, OVC005, indica:

a) céu encoberto a 5000 pés
b) céu nublado a 500 pés
c) céu encoberto a 500 pés
d) céu nublado a 5000 pés

14. No METAR, a abreviatura SKC indica:

a) a mesma informação que CAVOK
b) visibilidade mais que 10km
c) ausência de nuvens
d) nuvens esparsas

15. No METAR, a pressão será sempre:

a) QNE
b) QNH
c) QFE
d) QFF

16. No METAR, a indicação RA indica:

a) raios próximos ao aeródromo
b) chuva moderada
c) chuva forte
d) chuva leve

17. A indicação de vento 270/16, informa que:

a) a velocidade do vento é de 16km/h
b) o vento flui para o oeste
c) a velocidade do vento é de 27kt
d) a velocidade do vento é de 16kt

18. A temperatura de -9ºC, virá representada no METAR como:

a) -9ºC
b) -9
c) M09
d) M9

19. Uma pressão igual a 1014,7 hPa será indicada no METAR como:

a) Q1015
b) Q1014,7
c) Q1014
d) Q1014,5

20. No METAR, o vento calmo será indicado como:

a) 00000kt
b) CALM
c) CW
d) CALMO

21. No METAR SBPA 210300 27002KT CAVOK 24/20 Q1011, temos:

a) vento de 27kt
b) umidade relativa do ar baixa
c) horário da confecção 2103Z
d) ponto de orvalho igual a 20ºC

22. No METAR SBCF 220900 07012KT CAVOK 24/10 Q1009, temos:

a) pressão do ar elevada
b) vento calmo
c) visibilidade superior a 10km
d) QNE 1009hPa

23. No METAR SBSP 060900 17002KT CAVOK 14/13 Q1017, temos:

a) vento de 2kt
b) umidade relativa do ar baixa
c) visibilidade igual ou superior a 5km
d) condição meteorológica IMC

24. No METAR SBPA 060800 17008KT 7000 OVC010 20/17 Q1007, temos:

a) teto de 100 pés
b) vento de 060º
c) céu encoberto a 1000 pés
d) céu nublado a 100 pés

25. No METAR SBRF 211800 08002KT 9999 SCT015 BKN100 26/24 Q1010, temos:

a) vento de 211º
b) visibilidade maior que 10km
c) primeira camada de nuvens a 10.000 pés
d) temperatura do ponto de orvalho igual a 26ºC

26. No METAR SBSV 270800 28008KT 8000 SCT016 BKN110 26/14 Q1016, temos:

a) vento de 8kt
b) vento de 270º
c) vento calmo
d) vento vindo do leste

27. No METAR SBRF 210800 09012KT 9999 BKN030 26/18 Q1015, temos:

a) vento de 210º
b) vento vindo do leste
c) vento soprando para o leste
d) temperatura do ar igual a 18ºC

28. No METAR SBGR 101800 27012KT 4000 RA VCTS FEW017 SCT040CB 24/22 Q1013, temos:

a) trovada sem chuva nas vizinhanças
b) vento vindo de leste
c) chuva forte
d) primeira camada com poucas nuvens

29. No METAR SBGL 301800 09013KT 4000 HZ SKC 27/10 Q1018, temos:

a) visibilidade restrita devido a nevoeiro
b) visibilidade restrita devido à névoa úmida
c) visibilidade restrita devido à fumaça
d) visibilidade restrita devido à névoa seca

30. No METAR SBMO 302000 15011KT 4000 BR OVC005 22/21 Q1013, temos:

a) céu nublado a 500 metros
b) ajuste de pressão padrão
c) vento calmo
d) visibilidade de 4000 metros devido à nevoeiro

31. No SPECI SUMU 202120 00008KT 3500 TSRA FEW040CB OVC080 17/17 Q1006, temos:

a) vento calmo
b) trovoada com chuva
c) ar seco
d) pressão elevada

32. No METAR SBGR 042100Z 33007KT 9999 FEW040 28/20 Q1015, temos:

a) temperatura máxima de 28 graus às 20 horas UTC
b) QFF de 1015
c) QNE de 1015
d) condição meteorológica visual (VMC)

33. No METAR SBGL 042100Z 30003KT 9999 FEW025 FEW030TCU 33/20 Q1008 RETS, temos:

a) trovoada recente
b) temperatura de 33º F
c) pressão atmosférica elevada
d) visibilidade de 9000 metros

34. No METAR SBRF 042100Z 13010KT 9999 SCT023 28/24 Q1013, temos:

a) condição IMC
b) pressão atmosférica padrão
c) céu nublado a 2300 pés
d) céu encoberto a 2300 pés

35. No METAR SBMO 042100Z 11012KT 9999 FEW020 27/22 Q1014, temos:

a) vento de sul com 12 nós
b) vento de 110 graus com 12km/h
c) temperatura de 22º C
d) QNH de 1014hPa

36. No METAR SBPA 042100Z 08014KT 5000 -TSRA BKN010 FEW045CB BKN050 OVC100 22/21 Q1007, temos:

a) condição VMC
b) céu nublado a 5.000 metros
c) céu encoberto a 5.000 pés
d) umidade relativa do ar elevada

37. No METAR SBCT 042100Z 01004KT 5000 -TSRA BKN020 FEW025CB 21/18 Q1015, temos:

a) visibilidade de 5.000 pés
b) trovoada leve com chuva
c) QNE de 1015hPa
d) ar seco

38. No METAR SBMG 042100Z 00000KT 9999 VCSH FEW030 FEW040TCU SCT050 27/25 Q1010, temos:

a) atmosfera estável
b) vento de rajada
c) QFF de 1010hPa
d) poucas nuvens a 3.000 pés

39. No METAR SBLO 042100Z 00000KT 9999 FEW030TCU 24/20 Q1012, temos:

a) atmosfera instável
b) temperatura de 24º F
c) baixa visibilidade
d) ar seco

40. No METAR SBSP 050000Z 33006KT CAVOK 27/18 Q1017, temos:

a) vento calmo
b) QFE de 1017 hPa
c) condições meteorológicas visuais
d) QNH de 1017 mmHg

41. No METAR SBBR 050000Z 14005KT 9999 SCT030 BKN050 18/15 Q1020, temos:

a) teto de 3.000 metros
b) teto de 5.000 metros
c) teto de 3.000 pés
d) QNH de 1020 hPa

42. No METAR SBLO 050000Z 01004KT 9999 FEW035 BKN045 24/21 Q1015, temos:

a) teto de 4.500 metros
b) teto de 4.500 pés
c) teto de 3.500 pés
d) teto de 3.500 metros

43. No METAR SBKP 050000Z 27017G42KT CAVOK 31/08 Q1016, temos:

a) condição IMC
b) umidade elevada
c) visibilidade de 5.000 metros
d) vento com rajadas de até 42kt

44. Num SPECI a base das nuvens é expressa em:

a) nível de voo
b) altura em pés
c) altitude em pés
d) altitude em metros

45. No SPECI SBPA 211625Z 27023G35KT 5000 -RA BKN012 BKN040 OVC100 23/19 Q1011, temos:

a) visibilidade de 5.000 pés
b) chuva moderada
c) teto de 1.200 pés
d) baixa umidade

46. No SPECI SBBH 202120 00008KT 3500 TSRA FEW040CB OVC080 17/17 Q1006, temos:

a) vento calmo
b) teto de 4.000 pés
c) ar saturado
d) pressão atmosférica elevada

1B 2A 3C 4A 5A 6A 7B 8C 9C 10C 11A 12A 13C 14C 15B 16B 17D 18C 19C 20A 21D 22C 23A 24C 25B 26A 27B 28D 29D 30B 31B 32D 33A 34B 35D 36D 37B 38D 39A 40C 41D 42B 43D 44B 45C 46C

Como ler o METAR e TAF

1º Bloco: Local ou aeródromo representado com quatro dígitos

  • S = Letra designada a todos os aeródromos da América do Sul.
  • B,D,I,K,N,S,W= Aeródromos do Brasil

Ex.: SBRJ Aeródromo Santos Dumont, SBGR Aeródromo Guarulhos, SBSP Aeródromo Congonhas, SBBR Aeródromo Brasilia

2º Bloco: Data e hora zulu de emisão.

2 dígitos para o dia + 4 dígitos do horario, seguido da letra Z.

Ex.: 161900Z Emitido às 19 horas horário zulu = 16 horas horário de Brasila, do dia 16.

3º Bloco: Direção do vento verdadeiro, velocidade ou intensidade média.

  • 3 primeiros dígitos = direção: 360 é norte, 90 leste, 180 sul e 270 oeste.
  • 2 dígitos seguinte = velocidade seguido de KT (knot)

Ex.: 17006KT Direção do vento de 170 graus com 06 de velocidade média

(Dica: Quando a velocidade do vento for inferior a 6 nós, a pista em uso a ser utilizada será a que oferecer maiores vantagens)

Variações :

  • G = Guts ou Vento com RAJADAS

Ex.: 13010G25KT Vento 130 graus com velocidade média de 10kts, com rajadas a 25 kts.

  • V = Variable ou Vento VARIANDO
    Se a variação total da direção do vento for de 60 graus ou mais, porém inferior a 180 graus, e a velocidade média for de 3kt ou mais, serão informadas as duas direções extremas, no sentido horário, com a letra V inserida entre as duas direções.

Ex: SBYS 181100Z 13010KTG25 200V090 9999 SCT013 21/16 Q1020

Aeródromo de Pirassununga, dia 18 as 1100z, vento 130 graus com velocidade média de 10kts, com rajadas de 25kts e variando entre 200 graus e 90 graus.

  • 00000 = Vento CALMO Sem rumo nem intensidade em casos com velocidade inferior a 1kt
  • VRB = Vento VARIÁVEL não sendo possível definir a origem

Ex: VRB13KT Vento variável com um tres nós.

  • P99 = Vento ACIMA de 100 kts

Ex: 120P99 Vento 120 graus com velocidade superior a 100kts

4º Bloco:

Visibilidade horizontal predominante informada de 50 em 50 m até 800 m ; de 100 em 100 m de 800 m até 5000 m; de 1000 em 1000 m de 5000 m até 9999 metros. 9999 = maior ou igual a 10 km.

Ex.: 8000 3000NO Visibilidade horizontal de 8000 metros e 3000 metros no setor noroeste.

5º Bloco:

Alcance visual da pista ou RVR (Runway Visibility Range). Sera incluído no METAR quando a visibilidade estimada e registrada ou o alcance visual da pista for menor que 2000 metros

Ex.: R12L/1200D R é indicativo de alcance visual da pista, 12 é o numero de cabeceira, L pista da esquerda e visibilidade de 1200 metros e D Down é tendência de redução de visibilidade.

Quando a visibilidade horizontal relatada for menor que 2000 metros e o valor de RVR for maior que o máximo que pode ser medido (2000m), o RVR será informado como P2000, ou seja, a visibilidade na cabeceira da pista é maior que 2000 metros ou maior que X.

Ex.: 1500 R14/P2000 R32/P2000

Quando o RVR for abaixo do menor valor que pode ser medido, o RVR será informado como M (mínimo) seguido pelo mínimo que pode ser medido

Ex.: R15/M0050

6º Bloco: Tempo presente da pista

Quantificador / Proximidade / Descritores / Fenômeno / Obscurecedor

  • Quantificador: + – ou sem sinal.
  • Proximidade: VC Vicinity
  • Descritores: MIFG Nevoeiro baixo, PRFG Nevoeiro parcial, BCFG Banco de nevoeiro acima de 2 m de altura, SHRA Pancada de chuva, SHSN Pancada de neve, TS Trovoada, TSRA Trovoada com chuva, TSGS Trovoada com granizo leve, DR Flutuante, BL Soprada, FZ Congelante.
  • Fenômenos: DZ Chuvisco, RA Chuva, GR Granizo, GS Granizo leve, SN Neve, SG Grãos de neve, IC Cristais de gelo, PL Pelotas de Gelo, SQ Tempestade, FC Nuvem funil, SS Tempestade de areia, DS Tempestade de poeira, PO Poeira em redemoinhos
  • Obscurecedores: FG Nevoeiro, HZ Névoa seca, FU Fumaça, BR Névoa úmida, DU Poeira extensa, SA Areia, VA Cinzas vulcánicas

7º Bloco: Nebulosidade. FEW Poucas, SCT Esparsas, BKN Nublado, OVC Encoberto.

Ex.: FEW005 Poucas nuvens a 500 pés, SCT025TCU Nuvens esparsas com cumulus em forma de torre a 2500 pés, OVC070 Céu encoberto a 7000 pés.

Quando as nuvens estão abaixo do nível da estação de montanha é utilizado grupo de 3 barras “///”.

Com o céu obscurecido será usado o grupo de visibilidade vertical VV. Ex.: 0100 FG VV002 Visibilidade horizontal de 100 metros com nevoeiro e visibilidade vertical de 200 pés.

CAVOK: Ceiling and Visibility Ok

8º Bloco: Temperatura do ar e ponto de orvalho

Ex.: METAR SBJV 280900Z 28003KT 0100 FG VV002 17/17 Q1010 Temperatura do ar é de 17ºC e a do orvalho também, o que justifica a formação de nevoeiro FG e uma umidade do ar de 100% ou quase  quando as temperaturas são iguais ou próximas.

00/M04 Temperatura do ar 0ºC e temperatura do ponto de orvalho -4ºC indicada pela M = Negativa.

9º Bloco: Pressão ao nível do mar informada em hPa com quatro algarismos e precedidos da letra Q.

Ex.: 1021,9 hPa = Q1021

10º Bloco: Info complementar

  • Fenômenos de tempo presente durante a hora precedente RE. Ex.: RERA Chuva recente
  • Informação de cortante de vento a baixa altura WS Wind Shear ou tesoura de vento.

SPECI

Só varia que as horas não são completas ou cheias e sim exatas ou quebradas pois faz referencias a mudanças meteorológicas acontecidas entre os intervalos das observações regulares.

Links úteis:

  • aviationweather.gov/adds/metars
  • redemet.aer.mil.br
  • ava-br.com/metar.php
  • heras-gilsanz.com/manuel/METAR-Decoder.html

METAR x SPECI x TAF Interpretar os códigos e relatórios meteorológicos

  • Um METAR é uma observação programada, pode ser de 60 em 60 minutos, ou de 30 em 30 minutos, e é com base na meteorologia observada dos últimos 10 minutos.
  • Um SPECI é uma observação não programada. Um SPECI é utilizado quando há uma alteração acentuada e não prevista no METAR, para dar o conhecimento dos novos fenómenos aos utentes do ar.
  • TAF é uma previsão meteorológica. Há TAF’s curtos e longos. Os curtos são até 18 horas e são revistos de 3 em 3 horas. Os longos são de mais de 18 horas e são revistos de 6 em 6 horas.

Exemplo:

  1. Tipo de Reporte: METAR, METAR
  2. Estação: LPLA, LPMA
  3. Data e Hora: 131900Z, 131930Z
  4. Vento (Direção+Velocidade): 20022G36KT, 02004KT 350V060 = Variável de 350 a 060, 00000KT = Vento calmo, //////KT = Sem indicações, VRB03KT = Variável, 20022G36KT = 22 Media 36 Máxima.
  5. Visibilidade: 4000, 9999, 900 R23C/1500U = Pista direita 23 C com visibilidade 1500 disminuindo
  6. Tempo Presente (Aparece quando visibilidade menor de 6000m): -RA chuva fraca, MI Pouco espesso, DZ Chuvisco, BR Neblina, PO Turbilhão poeira ou areia, BC Bancos, RA Chuva, FG Nevoeiro (- de 1000m), PR Parcial, SN Neve, FU Fumo, SQ Borrasca, DR “abaixo de 2m”, SG Neve em grãos, VA Cinzas vulcânicas, FC Tornado ou tromba de  agua, BL “acima de 2m”, IC Prismas de gelo, DU Poeira, SS Tempestade, SH Aguaceiro(s), PE Granizo, SA Areia de areia (na vizinhança), TS Trovoada, GR Saraiva, HZ Bruma, DS tempestade de poeira, FZ Gelado e GS Granizo (Translúcidas). Ex: VCTSRA = na vizinhança há chuva e trovoada (é considerada Vizinhança (VC), um raio de 8km (5NM) a volta da periferia do aeródromo)
  7. Condições do céu: SCT012 BKN018 OVC080, SCT018 (0/8 Céu Limpo (Sky Clear – SKC) 1/8 a 2/8 Pouco Nublado (Few – FEW) 3/8 a 4/8 Pouco Nublado (Scatered – SCT) 5/8 a 7/8 Muito Nublado (Broken – BKN) 8/8 Encoberto (Overcast – OVC))
  8. Temperatura / Ponto de Orvalho: 21/17, 19/13
  9. Pressão (QNH): Q1007, Q1022
  10. Observações (Remarks): GRN, RS3405KT 053604KT 230103KT

Outros códigos:

  • Quando vemos numa observação CAVOK, ou CAV OK, sabemos que significa Ceiling And Visibility OK, mas não é só isto. CAVOK tem 4 pressupostos:
    1. Não há nuvens abaixo de 5000’
    2. Não há tempo significativo
    3. A visibilidade é igual ou superior a 10Km
    4. Não há CB na área.